sexta-feira, 24 de setembro de 2010

A Rosa...


Rosa De Hiroshima (Vinicius de Moraes)

Pensem nas crianças
Mudas telepáticas
Pensem nas meninas
Cegas inexatas
Pensem nas mulheres
Rotas alteradas
Pensem nas feridas
Como rosas cálidas
Mas, oh, não se esqueçam
Da rosa da rosa
Da rosa de Hiroshima
A rosa hereditária
A rosa radioativa
Estúpida e inválida
A rosa com cirrose
A anti-rosa atômica
Sem cor sem perfume
Sem rosa, sem nada

Um lindo poema...




2 comentários:

Origami by Mayumi disse...

Oi Vitor, tudo bem?

Linda e delicada esta rosa! Parabéns!

Acredita que eu ainda não consegui descobrir o nome daquele kusudama?!

Bom fim de semana pra vc!

Daniel Thomás disse...

oi vitor,
esse poema além de poema é uma música,
sempre que ouço que emociono com ela pensando nas pessoas que morreram no ato que espero que nunca se repita no mundo que foi o lançamento da bomba atômica
linda rosa, parabéns!
Daniel Thomás